ACSolutions

Consultoria em Gestão de Saúde




A gestão hospitalar precisa com urgência de um grande salto de qualidade, pois o mercado da saúde hoje está bastante competitivo. Isto exige que o hospital tenha uma estratégia bem definida, processos desenhados, colaboradores treinados e capacitados, um modelo assistencial de qualidade e que se diferencie e indicadores em tempo real para monitoramento. Esses fatores são dependentes da TI e estão se tornando uma questão de sobrevivência para a organização.



Tecnologia da Informação na Saúde

Existe a necessidade imediata de se tomar decisões através de informações fidedignas e velozes. O mercado não permite mais equívocos! A competitividade e o desequilíbrio do mercado exigem um aparato moderno e integrado das informações, para se medir resultados. E é obrigação dos gestores de TI buscar uma solução que atenda aos Gestores de Saúde! Não se permite mais adiar decisões ou perder tempo para se levantar dados. É através da Tecnologia da Informação que as instituições de saúde irão controlar seu fluxo operacional, gerencial e estratégico. A limitação que um gestor tem quando não possui tecnologia de informação suportando suas decisões é tão grande que o impede de agir. É através de bons sistemas que um gestor irá saber tudo que acontece e terá condições de decidir com certeza. Sem um bom sistema implantado, essa missão é praticamente impossível.

Planejamento e Modelo de Gestão

Implantar esse modelo de gestão junto a tecnologia de informação exige bastante tempo de todos os líderes da organização e de todos os colaboradores Nesse sentido a consultoria pode auxiliar atuando como um facilitador, impulsionando assim os movimentos internos necessários para que ocorram as mudanças. Planejar para ter sucesso é fundamental, mas isso só não basta. É necessário implementar aquilo que você planejou. Planejamento estratégico hospitalar envolve definições que o hospital tem que assumir:

• Qual é a missão
• Qual é a sua visão
• Aonde pretende chegar
• Como e quando
• Como está o mercado externo
• Quais as ferramentas devem ser escolhidas

São questões que parecem fáceis, mas elas são bastante difíceis, exigem bastante reflexão e discussão. Deve se definir quais são os objetivos estratégicos com base na análise do mercado e a partir disso elaborar um plano de ações a curto, médio e longo prazo. E então a parte mais difícil, pôr em prática. O planejamento estratégico deve ser dinâmico e ser revisto periodicamente. É um processo delicado e complexo e a alta administração deve estar alinhada com as definições feitas durante o planejamento. Por isso é importante que esse processo seja facilitado por uma consultoria que seja isenta pra promover o consenso e o bom senso.